Últimas Notícias
 

Pessoa física fica com 94,3% da oferta do Max

 

Valor Econômico
08/04/2010

 

A oferta pública de cotas do fundo de investimento imobiliário Max Retail, coordenada pelo Banco Ourinvest, atraiu um total de 308 investidores, sendo 304 pessoas físicas.

Dos R$ 59,245 milhões captados, o investidor individual participou com R$ 55,845 milhões. A operação atraiu ainda um investidor estrangeiro, que ficou com R$ 3 milhões da oferta, um fundo de investimento, com R$ 150 mil, e duas pessoas jurídicas, com R$ 250 mil.

Segundo o diretor da Brazilian Mortgages, Rodrigo Machado, que estruturou a operação, foram necessários sete dias para a colocação das cotas. Para ele, isso demonstra que há uma demanda forte por esse tipo de aplicação, especialmente no varejo, dada a isenção de imposto de renda sobre os rendimentos distribuídos.

O fundo é o primeiro do grupo que terá como lastro imóveis alugados para grandes redes de varejo, por meio de contratos de longo prazo, de no mínimo dez anos. Com o dinheiro captado, serão adquiridos oito empreendimentos espalhados pelo país, seis locados para a Lojas Americanas, um para o Walmart e um para o Carrefour.

De acordo com o estudo de viabilidade econômica, disponível no prospecto do fundo, a rentabilidade projetada para o primeiro ano é de 10%, o que para o investidor pessoa física já é líquido de imposto. A partir de então, os contratos serão atualizados pelo IGP-M. Para a gestão do portfólio, foi contratada a consultoria da São Carlos. Machado afirma que o fundo deverá fazer novas emissões ao longo do tempo. (AB)