Últimas Notícias
 

TRX Realty irá construir três parques industriais

 
Valor Econômico - 24/11/2011
 

Com o início da operação em 2008 a partir de uma parceira entre a Orbe Investimentos e a Tamiz Engenharia, a TRX Realty é uma das empresas que têm se beneficiado do aumento da demanda por empreendimentos logísticos. A TRX passou de um total de R$ 2,5 milhões em valor de mercado dos ativos sob administração para R$ 850 milhões neste ano, considerando os empreendimentos em desenvolvimento.

Diferentemente da maioria das gestoras que atuam nesse segmento, a TRX tem o mercado imobiliário no seu DNA. Ela é gerida por sócios que atuavam nesse setor, como Luiz Augusto Faria do Amaral, cuja família é proprietária da Tamiz Engenharia, há 15 anos no ramo de construção e incorporação.

A TRX conta hoje com cinco portfólios, sendo quatro de desenvolvimento imobiliário. Destes, três são Fundos de Investimento em Participação (FIPs), reunindo ao todo 23 imóveis. "O objetivo é lançar pelo menos mais dois fundos no ano que vem", diz Amaral.

A primeira carteira estruturada, o fundo de cotas Orbe TRX Realty Logística Renda I, foi lançado em fevereiro de 2008 com objetivo de permitir o acesso de pessoas físicas de alta renda ao mercado de desenvolvimento imobiliário com uma aplicação mais baixa. O portfólio tem como foco a construção de imóveis sob medida (built to suit) e possui seis empreendimentos.

Outro ramo de atuação da TRX Realty é a construção. Há projetos para três parques logísticos, em São Paulo, Salvador (BA) e Porto Alegre (RS), que devem somar 140 mil metros quadrados, com valor de mercado estimado de R$ 400 milhões.

Os recursos virão de capital proprietário da gestora e de mais dois sócios, e o empreendimento poderá receber co-participação de outros fundos da TRX. A empresa também está estruturando um FIP voltado para institucionais.

Com a criação de uma securitizadora há um mês, a TRX tem como meta emitir entre R$ 400 milhões e R$ 500 milhões de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) em 2012. Neste ano, já foram ofertados R$ 80 milhões.